Follow Us

Provável titular contra o Santos, Miranda sonha em se tornar o melhor jogador do mundo

O jovem zagueiro vascaíno Miranda deve ser titular na partida contra o Santos, nesta quarta-feira, em jogo válido pela sétima rodada do Brasileirão. E, em entrevista à VascoTV, o defensor projetou a partida, frisando estar preparado para a nova oportunidade.

Por Kaio Machado

Foto: Twitter/Matheus Miranda

- Não vai ser minha estreia no profissional, subi com 17 anos a primeira vez já com o Zé Ricardo. Estou bastante tranquilo, já estou bastante adaptando ao estilo do Ramon, e o grupo está confiante para o jogo de amanhã.

O defensor ainda revelou ter recebido dicas e orientações de companheiros mais experientes como o volante Fellipe Bastos, o também zagueiro Werley e o lateral Henrique, este último inclusive, tendo o aconselhado a estudar os jogadores Marinho e Soteldo, principais destaques do time paulista.

- Fellipe Bastos conversou comigo hoje(ontem) no treino. Werley, antes de saber do resultado, estava conversando comigo. Henrique conversou muito, me passou instruções e que o Castan faz no jogo. Pediu para eu observar os adversários, como o Marinho e o Soteldo joga. Só agrega essa conversa que eles têm com a gente.

Ainda que orientado, o jovem demonstrou ter bons conhecimentos sobre os adversários ao comentar o estilo de jogo do time de Cuca, atual técnico do peixe.

- Eles prezam muito o um para um, a virada de jogo. Botam cinco homens na nossa última linha para tentar o número maior de jogadores, num cinco para quatro. Fecham os dois laterais, Pará e Felipe Jonathan. Botam três ali atrás, dois zagueiros e um volante para dentro. É um time inteligente, que vira bastante o o jogo. Tem o duelo um para um. Soteldo e Marinho são muito bons no um para um, Sanchez infiltra muito - comentou.

Miranda é um dos principais jovens promissores do Vasco, tanto no quesito geral, entre todas as recentes promessas do clube, como entre os defensores, tendo não só mostrado sua qualidade em jogos importantes no profissional, mas também na base, onde foi o capitão. Ele ainda analisou a dupla que fará com seu amigo de base, Ulisses, que demonstrou bom desempenho nos jogos-treino da equipe em preparação ao Brasileirão, e também deverá ganhar uma oportunidade.

Apesar de contente com a chance, o zagueiro manteve os pés no chão se mostrando ciente dos titulares da posição, Ricardo Graça e Leandro Castan, e outros concorrentes à titularidade, como Werley e Breno.

- A gente sabe que os titulares são Ricardo e Castan, tem o Werley também, o próprio Breno e o Marcelo Alves. Mas jogar com Ulisses é muito bom, me sinto tranquilo. É uma dupla que já vem junta há muito tempo. Quando subi para os juniores, a gente começou a fazer dupla de zaga. Nos conhecemos muito bem e sabemos onde o outro é bom. Conversamos bastante durante o jogo e com os nossos laterais. Jogar com o Ulisses é muito bom.

Com bons exemplos dentro do próprio clube, como mundo à fora, o jovem não esconde o desejo de continuar se aprimorando e aprendendo, se espelhando em grandes jogadores da posição, e sonhando alto, em ser o melhor jogador do mundo futuramente, como revelou ao canal oficial do Vasco no Youtube.

- Thiago Silva, Castan, que vive o dia a dia comigo e jogou na Roma. O próprio Breno, que jogou no Bayern. O Cannavaro, que foi o melhor do mundo depois da Copa (de 2006). É meu objetivo também ser o melhor do mundo. Não vou ser o primeiro (zagueiro). Mas, se Deus quiser, vou ser o segundo - ressaltou.

Vale lembrar que o Vasco terá desfalques importantes para a partida contra o Santos na Vila Belmiro nesta quarta-feira. Ricardo Graça, Breno, e Werley, estão com covid-19, e Leandro Castan, está lesionado.



Postar um comentário

0 Comentários