Follow Us

Pikachu sim, Catatau não: apelidos ganham repercussão no Vasco, mas clube decide não utilizar o do novo atacante

“Quarentenados” em casa, pais com filhos pequenos têm vivido tempos de agitação e por muitas vezes estão em busca de algo para distraí-los. Desenhos têm sido uma das saídas encontradas para distrair as crianças. Porém o Vasco da Gama, para o azar dos papais e das mamães, decidiu tirar Catatau do ar. Mas para a felicidade dos vascaínos, Pikachu continuará dando “choques do trovão” na colina histórica. 

Por Micael Abbud

 

Foto: Montagem 

Os desenhos infantis citados não são só assunto de crianças. Vascaínos têm escutado falar muito de Glaybson Yago e de Ygor de Oliveira, também conhecidos como Yago Pikachu e Ygor... Catatau? Não mais. O atacante contratado em julho 2020 teve seu apelido vetado em São Januário. Ygor chegou do Madureira após se destacar pelo clube do subúrbio carioca e gerou brincadeiras entre os torcedores por causa de seu apelido. O atleta explicou, ao Globo Esporte, o motivo por ser chamado de Catatau.

– Tenho um irmão mais velho. Ele sempre foi gordo e alto. Eu sempre fui magro e pequeno (risos). Sempre andamos juntos, na Abolição (Bairro da Zona Norte do Rio), no Conjunto dos Ferroviários. Quando eu descia com ele de mãos dadas para comprar pão, a rapaziada mais velha brincava: ‘Caraca, olha ali o Catatau e o Zé Colmeia’. Aí pegou até hoje. Desde então todo mundo nos chama assim. – explicou Ygor.

O apelido, adotado nos vestiários do Gigante da Colina, não teve a aprovação do clube, que está divulgando o nome do jogador como apenas “Ygor” – tanto na camisa, quanto na lista de relacionados e na escalação – sem fazer alusão ao apelido utilizado nos antigos times pelo qual o atacante jogou. 


Foto: Reprodução / Vasco

A atitude do Vasco em relação ao apelido de Ygor é diferente do comportamento adotado pelo clube quando contratou o lateral Yago Pikachu, que caiu nas graças dos torcedores e gerou mais interesse de crianças com o Gigante da Colina. O lateral, que chegou no Vasco em 2015, não teve problemas com alcunha usada e até os dias de hoje adota o apelido, tendo até em seu uniforme de jogo.

Estreia no time titular


Ygor Catatau teve sua primeira chance com a camisa do Vasco na partida contra o Santos, na última quarta-feira (2), na Vila Belmiro. O atacante começou a partida entre os titulares e deu assistência para o primeiro gol do Cruzmaltino na partida, marcado por Fellipe Bastos. A boa atuação de Ygor foi premiada com o troféu “Craque da galera”, dado pela TV Globo, no fim da partida, ao jogador, que declarou estar muito feliz e não imaginar ser eleito o melhor jogador em campo.


Postar um comentário

0 Comentários