Follow Us

eSports: Campeão das Américas, Allan Alves fala sobre sua relação com o Vasco e sua chegada ao clube: “Topo da minha carreira”

O crescimento dos eSports tem despertado o interesse dos clubes em investir neste segmento, e com o Vasco não é diferente. O Cruzmaltino vem apostando em jogadores já consagrados para formarem o seu time de PES. Allan Alves, campeão das Américas e terceiro lugar no Mundial de 2019, é um dos reforços do time de futebol virtual do Vasco, e contou ao Papo na Colina que sua relação com o clube vai além de profissional.

Por Micael Abbud 

 
Foto: Reprodução / Internet

Ex-integrante de torcida organizada e frequentador assíduo de estádio de futebol, Allan Alves se apaixonou pelo Vasco antes mesmo de conhecer os eSports. Através de seu pai, ele conheceu o Cruzmaltino, e o amor pelo Vasco passou de pai para filho, como explica Allan.

“Eu sei que existem muitas histórias de amor pelo Vasco, é difícil mensurar o maior vascaíno, mas eu costumo brincar com meus amigos que o meu pai foi o maior vascaíno que eu conheci. Meu pai sofria de esclerose múltipla, e ele andava de muletas. Uma história que eu me recordo é de um jogo perto de onde eu moro. A acessibilidade não era como é hoje, era no “empurra-empurra”. O meu pai foi nesse jogo e conseguiu, com muita luta, entrar. Ele realizou um sonho, chorou... eu bem pequeno vendo isso tudo acontecer... é difícil até de explicar. Meu pai me deu esse ensinamento de amar o Vasco e respeitá-lo. E esse amor que eu aprendi com meu pai com certeza eu vou passar pro meu filho.” contou Allan, emocionado ao falar de seu pai.

CONTATO DO VASCO 

Anos depois, o vascaíno de Campo dos Goytacazes teve uma grande surpresa. Após conquistar o título de campeão das américas e ser terceiro lugar no mundial de PES, a proposta do Vasco veio como a realização de um sonho de vestir a camisa de “um dos maiores clubes do mundo”, como explica ele mesmo.


“O contato do Vasco já veio há mais de um mês. Como todos sabem, eu não escondo de ninguém que eu sou muito Vasco. Então, fazendo o que eu mais gosto no clube que eu amo, a vontade era de sair contando para todo mundo, mas não é assim. É um grande projeto, então eu tive que ficar resguardado e graças a Deus deu tudo certo e eu pude fechar com o Vasco e estar representando esse clube que eu dispenso comentários, pra mim é o maior clube do Brasil e um dos maiores do mundo, é uma importância gigante para mim. É a realização de um sonho!” explicou o reforço do time de PES do Vasco da Gama.

O novo integrante do time do Cruzmaltino mostrou a importância de vestir a camisa de seu time de infância. Mesmo com toda sua trajetória de conquistas, chegando ao nível de estar entre os melhores do mundo, ele certifica que jogar pelo Vasco é o topo de sua carreira como jogador de PES.

 “É o topo da minha carreira! Eu que já tive sondagens da Europa, e de outros times brasileiros, eu chegava a analisar, mas quando o Vasco apareceu eu não pensei duas vezes. É a oportunidade da minha carreira, de jogar no clube que eu amo, em um dos maiores clubes do mundo. Pra mim estar jogando no Vasco é o auge da minha carreira. Eu cheguei onde eu queria. Agora é lutar para agregar mais ainda e levar o Vasco ao topo, não só no futebol, mas agora também no eSports.” contou Allan.

 

EXPECTATIVA PARA O TIME


Agora com a camisa do Gigante da Colina, Allan disputará campeonatos no modo cooperativo (x3), junto com os jogadores Kaique Reizin e Gabriel Franja, sob o comando do técnico Fabricio Paes, que esteve com o craque na conquista das Américas e também na disputa pelo mundial. Allan comentou a relação entre os jogadores do clube e afirmou que o time tem capacidade para estar entre os melhores da categoria.

Eles pegaram os melhores do Brasil que são Vasco. Acho que até melhores do mundo. Eu e Fabricio temos a experiência de termos disputado o mundial, não é para qualquer um, a mão chega a tremer. Ficamos em terceiro lugar, mas tínhamos totais chances de sermos campeões. O Kaique Reizin é três anos representante do Vasco no eBr, é um craque também. O Gabriel é um campeão das categorias mais novas, é muito dedicado. Então eu acho que o Vasco montou um trio perfeito. A gente tem uma química muita boa. Nós já começamos a rotina de trabalho e a gente tem tudo para ser campeão. A gente tem treinado muito pro Campeonato Brasileiro que o campeão vai receber R$ 50 mil e a gente está treinando muito pra buscar qualquer título que tiver pela frente.” declarou o jogador de PES.

Agregando experiência aos craques do time, tanto Allan quanto Fabricio têm vivência de estarem entre os melhores e levarão este sentimento para o time inteiro do Gigante da Colina. As grandes conquistas dos dois se juntarão à juventude de Gabriel Franja e Kaique Reizin para levar o Vasco ao topo, que é a meta de Allan Alves com o Cruzmaltino.

“Não é fácil chegar onde eu cheguei, no topo. E mais difícil é se manter, tem que ter muito trabalho. As vezes as pessoas pensam que é só uma diversão, mas é um trabalho sério. A gente chega a treinar 10 horas por dia para bater o nosso objetivo de estar entre os melhores do mundo. Agora caminhando ao lado do clube, a jornada de trabalho vai ser maior ainda. A gente quer ser campeão e a gente vai trabalhar muito. Com a minha experiência, a experiência do Fabrício, o Gabriel e o Reizin também são bem experientes. O Gabriel é um pouco mais novo, mas eu chego a chamar ele de ‘menino prodígio’ por que ele joga demais. E com todo o nosso trabalho, a gente tem tudo para ser campeão. Estou vestindo a camisa, então é brigar para ser campeão. Não tem essa de ‘se eu chegar entre os primeiros tá bom’, nós vamos brigar para ser campeão!” afirmou Allan Alves.

VALORIZAÇÃO DOS eSPORTS


Assim como o Vasco tem feito, outros clubes também buscam ingressar nos eSports. Porém, em nível mundial, Allan explica que os times da Europa saíram na frente, e que só agora os times brasileiros estão investindo mais na categoria, que é uma das que mais crescem no mundo.

“O eSports no Brasil tem crescido rápido. Eu costumo colocar o eSports como um outro esporte, onde o início é sempre mais difícil e demorado. O futebol virtual tem crescido muito. Se você olhar na Europa hoje, cerca de 90% dos grandes clubes europeus estão abertos a isso, pois sabe que rende uma boa relação tanto de mídia, quanto financeira pro clube. Os clubes brasileiros estão acordando para isso. Eu sei que as vezes muito torcedor não entende, pensa “porque o clube vai gastar com isso?” mas as vezes o clube não vai gastar, mas vai ganhar. O Vasco é uma empresa, nunca vai fazer um projeto pra perder, mas sempre pra ganhar. Se formar um time vencedor, com certeza vai trazer benefício pro Vasco. E é isso que o Vasco fez, escolheu as melhores pessoas para estarem presente e, com certeza esse projeto, com calma, vai alavancar e vai chegar no topo, onde o Vasco merece estar. Em tudo que o Vasco estiver disputando, o Vasco tem que brigar para ser campeão.” garantiu Allan Alves.

O novo reforço do Gigante da Colina se apresenta neste sábado (26), em São Januário. Junto com os outros três reforços do eFootball, Allan estará em busca de mais conquistas e de levar ao Vasco ao topo, o que será uma felicidade tanto como jogador, quanto como torcedor.


Postar um comentário

0 Comentários