Follow Us

Diretor do Futebol Feminino do Vasco, Raphael Milenas fala sobre retorno das jogadoras ao gramado: “Estão muito motivadas”

Em preparação para voltar às atividades, o time feminino do Vasco da Gama já realizou os testes para a covid-19 e já tem data para retornar aos treinos. Diretor do futebol feminino do Gigante da Colina, Raphael Milenas falou com o Papo na Colina sobre a volta às atividades e contou como será a preparação para o retorno do Campeonato Brasileiro A2. 

Por Micael Abbud 

 

Foto: Reprodução / Vasco TV

- O nosso primeiro jogo está marcado para o dia 25 de outubro. Essa semana elas fazem os testes de resistência, e a partir do dia 14 a gente já vai pro treinamento de academia e de campo. Vamos ter um pouco mais de 40 dias entre pré-temporada e estreia, um tempo bastante hábil pro futebol feminino. – esclareceu Milenas.

As jogadoras se apresentaram no início de setembro em São Januário para realizar os testes da covid-19. Ainda sem treinar, o retorno à colina histórica foi marcado não só por muitos sorrisos e o fim da saudade do estádio, mas também pelo primeiro contato das atletas com o novo uniforme, produzido pela Kappa. A atenção que a fornecedora está dando ao futebol feminino é outro motivo para aumentas os ânimos das meninas da colina.

- Eu to vendo elas bastante motivadas pro retorno das atividades, principalmente com o novo tratamento que as meninas do Vasco estão recebendo. A Kappa está dando o mesmo tratamento que está dando pro futebol masculino. Forneceu os matérias em tempo bem satisfatório. Todas elas já estão com o uniforme de treino. Elas estão muito motivadas! Será uma volta bem bacana. – revelou Raphael, sobre a relação entre a Kappa e o futebol feminino do Vasco.

A maior preocupação no retorno do futebol masculino tem sido a pandemia da covid-19. No Vasco, 27 jogadores já testaram positivo para a doença, sendo que atualmente três atletas estão infectados. O futebol feminino seguirá o mesmo protocolo que está sendo seguido pelo masculino, e Raphael assegura que será complicado evitar que uma jogadora se contamine com a doença.

- É muito difícil fazer com que ninguém pegue. Mas o importante é que estamos conscientizando e seguindo o protocolo (o mesmo do futebol masculino), justamente para evitar que as atletas peguem isso (Covid). Vai ser difícil terminar sem nenhuma atleta ter pego. A gente tem que trabalhar na prevenção da doença, mas a gente não pode afirmar uma coisa dessas. – explicou Raphael.

Desde março sem disputar uma partida, as meninas da colina terão um calendário com muitos jogos pela frente. Ainda que os treinamentos não tenham parado no período em que as jogadoras ficaram em casa, o preparo físico das atletas deve ser uma questão a ser tratada com mais cuidado neste retorno de campeonato. Em relação a isto, Raphael declarou estar confiante no trabalho do preparador físico do Vasco da Gama Luí Toledo.

- O Luí Toledo (preparador físico) é um profissional muito qualificado. Sem dúvidas ele vai ter todos os cuidados, junto com o departamento de fisiologia do clube, que nós também estamos utilizando, para preparar as atletas da melhor forma possível. – declarou Milenas, confiante no preparo físico das atletas.

O time feminino do Gigante da Colina voltará a disputar uma partida oficial no dia 25 de outubro, contra o Atlético-MG, pela séria A2 do Brasileirão. A última partida disputada pelo Cruzmaltino foi contra o Goiás, pela primeira rodada do campeonato. A partida aconteceu no dia 15 de março e na ocasião os dois times empataram em 1 a 1.


Postar um comentário

0 Comentários