Follow Us

Campello lança candidatura e comenta sobre momento do torcedor do Vasco: ''Se não tinha motivo para estar feliz, eufórico, acho que hoje ele tem''

Como o Papo na Colina já havia adiantado na segunda-feira, o atual presidente Alexandre Campello anunciaria candidatura nesta terça-feira. Em um papo exclusivo ao ge, o cartola confirmou que vai disputar a eleição e comentou sobre diversos assuntos interessantes ao portal esportivo.

Em um momento da entrevista, o mandatário cita algumas conquistas da sua gestão e explica que se o torcedor vascaíno passou por momentos complicados nos últimos anos, agora a história é diferente, tendo em vista que o Gigante da Colina está entre os primeiros no Campeonato Brasileiro.

Foto: Alexandre Brum/ Agência O Dia

''O sócio deve olhar lá para 2017 e pensar quais eram os seus anseios, o que esperava para o Vasco. Se ele queria transparência, nós demos a todos os atos. Se esperava aumento de patrimônio, um clube que pudesse criar projeto e realizar a construção do CT próprio, isso foi entregue. Não só um, mas dois CTs estão sendo entregues. Se queria time mais competitivo, isso está sendo realizado. Se ele não queria mais cair para a segunda divisão, na nossa gestão posso te assegurar que a gente não vai cair. Não caímos no primeiro ano, que foi o mais difícil, nem no segundo e não vamos cair nesse. Se ele queria projeto de ampliação, de modernização de São Januário, ele está aí caminhando muitíssimo bem.''Então, se o sócio fizer a retrospectiva imaginando tudo que ele queria lá atrás, como se sentia lá atrás, sendo motivo de zoação dos outros torcedores, se não tinha motivo para estar feliz, eufórico, acho que hoje ele tem. Por tudo isso é que eu acho que o sócio deve manter essa gestão. Dar crédito a essa gestão. Estamos fazendo tudo o que se prometeu por vários anos e não foi cumprido. A nossa gestão não só colocou no papel que iria realizar e colocou de pé as realizações'', disse o presidente, que comentou sobre a rejeição da torcida.

''É óbvio que tenho uma percepção, de modo geral (sobre rejeição). Eu acho que, ao longo do tempo, a percepção do sócio e do torcedor que não é associado do clube mudou. Na medida em que as pessoas acabam constatando a evolução do clube, que o clube está no caminho certo, que o clube tem uma diretriz e um projeto, elas mudam a percepção. Talvez a rejeição seja maior dos não sócios, digamos assim. Isso porque, talvez, não tenham tantas informações ou convívio e contato maior com o clube. Com isso, um menor conhecimento sobre o que está sendo realizado. Rejeição, acho, todos os candidatos têm. Uns mais, outros menos. Mas o que tenho percebido é um crescimento grande, nos últimos meses. Há um tempo, a maioria não me via como candidato forte na eleição. Mas acho que isso está mudando até entre os possíveis candidatos. Sobre pesquisa, vamos fazer no momento certo. Eu, diferentemente dos outros candidatos, tenho muito mais contato com o sócio e com o torcedor e, talvez, eu tenha mais oportunidade de ter essa percepção'', disse.

Apoios

Campello confirma na entrevistata que terá apoio de José Luis Moreira e Antônio Peralta

Para conferir esta matéria completa no ge: entrevista com o Campello


Postar um comentário

0 Comentários