Follow Us

Vasco se movimenta para manter Martin Benítez, mas enfrenta resistência do Independiente

O argentino Martín Benítez está com moral no Vasco. Foi dele o gol que ajudou a classificação cruzmaltina na Copa do Brasil, contra o Goiás, na última quarta-feira. O meia foi responsável pelo segundo gol, que levou a partida aos pênaltis, ainda que tenha contado com um desvio crucial.

Por Kaio Machado

 

Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco

Mas não apenas isso tem elevado a importância do meia, as boas atuações no início da equipe no Brasileiro também contribuem para o bom momento. Inclusive, é esse bom momento que faz o Vasco se movimentar para tentar a permanência do argentino no clube.

Benítez chegou na colina histórica por empréstimo sem custos junto ao Independiente, da Argentina, único clube pelo qual já atuou, no fim do mês de fevereiro. Ele abriu mão de uma dívida com o clube argentino para vir atuar pelo Gigante.

O principal obstáculo hoje se trata da duração do Brasileirão, que será esticado devido a pandemia, até 2021. O contrato de Benítez está válido somente até dezembro de 2020, e por isso a diretoria cruzmaltina trabalha e conversa com os argentinos para manter seu atual camisa 10 no elenco, ao menos por mais algum tempo.

De acordo com o Globoesporte, a ideia do Vasco é manter Benítez pelo menos até o fim do Brasileirão, mas o clube já estuda também possibilidades de manter o jogador em definitivo, devido ao seu  grande desempenho em São Januário.

- Estamos tentando negociar isso, estamos preocupados e já estamos conversando com o Independiente sobre essa possibilidade. Mas nada definido ainda – disse o presidente Alexandre Campello.

Jorge Damiani, em contato com o Globoesporte.com, contudo, descartou a chance estender o empréstimo de Benítez por mais dois meses, justamente o plano A do Vasco atualmente.

- Não é possível – disse Damiani, em resposta rápida.

Benítez todavia, tem vivido seu bom momento no Vasco, e não tem interesse em voltar para a argentina, prova disso foi sua declaração após a vitória sobre o Goiás. Ele ainda recordou a relação desgastada com o clube argentino, um dos pontos que o fez chegar ao Vasco.

- Fiquei muito tempo no Independiente, sou muito grato, porque eles me deram a oportunidade de realizar o meu sonho, que era estrear na Primeira Divisão da Argentina. Por ter ficado muito tempo, creio que a responsabilidade caía toda sobre mim. Era o jogador com mais jogos e mais tempo no clube. Creio que uma saída para poder ficar tranquilo com a cabeça me fez muito bem. Muito agradecido ao Vasco de me dar essa oportunidade. Estou desfrutando muito de estar no Vasco e poder fazer o meu jogo.

O Independiente não quer manter Benítez em seu plantel, e seu principal objetivo é negociá-lo, uma vez que o clube vive uma grande crise financeira e precisa fazer caixa. O Vasco já está ciente disso, mas adota cautela para prosseguir as conversas.


Postar um comentário

0 Comentários