Follow Us

Jogadores do Vasco se juntam aos de outros clubes do RJ e assinam abaixo-assinado contra determinação da MP do futebol; jogadores do Flamengo não assinaram

De acordo com o Globoesporte.com, o Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Saferj), lidera uma ação, junto aos jogadores dos times do Rio, onde solicita uma mudança no trecho da Medida Provisória 984/2020, a chamada "MP do Futebol". O abaixo-assinado teve assinatura de jogadores de Vasco, Fluminense, Botafogo e de todos os outros clubes de menor investimento no estado. Somente os atletas do Flamengo não assinaram o documento.

Foto: GloboEsporte.com

A reivindicação é sobre a imposição de que os clubes mandantes fiquem responsáveis pelo repasse dos direitos de arena para os clubes visitantes, contrariando a antiga regra, onde o sindicato era o encarregado desta função. Com a mudança, o atleta não precisa de intermediários para receber o dinheiro de cada partida. Porém, o argumento utilizado por Alfredo Sampaio (Presidente do Sindicato dos Atletas), é de que os clubes não irão pagar o valor necessário.

- O problema não é tirar do Sindicato, o problema é pagar ao clube. Da mesma forma que era nos anos 90, onde tudo começou. Sabe o que vai acontecer? O clube vai receber o direito de arena e não vai pagar. E com tantos atrasos de salários, esse é o dinheiro mais certo que o atleta tem ao longo do ano. – disse Alfredo Sampaio.
No Campeonato Carioca, Vasco e Madureira disputaram uma partida já sob as regras da MP do Futebol. O valor recebido pelo Vasco da Gama, clube mandante na partida, não foi repassado aos jogadores do Madureira. Assim como no jogo do Vasco, todas as partidas dos outros três times grandes do Rio de Janeiro não tiveram o valor repassado aos visitantes. 

A reclamação dos jogadores de clubes de menor investimento veem principalmente de Boavista e Volta Redonda, que enfrentaram o Flamengo e não receberam o valor que deveria ser repassado. O sindicato, então, notificou o Flamengo e não obteve respostas. O capitão do Boavista, Erick Flores, deu uma declaração sobre o caso.

- Esse dinheiro é sempre um desafogo para a gente. Teve esse jogo contra o Flamengo, e o Boavista não recebeu o direito de arena. A gente não sabe quando vai receber esse dinheiro e nem como. O Sindicato faz esse papel há anos e nos ajuda bastante, é por isso que eu sou completamente a favor de que continue sendo como sempre foi.

A ação, que está a nível estadual, deve chegar à clubes do país inteiro. De acordo com a Saferj, a reivindicação pode chegar à nível nacional, entretanto o recolhimento das assinaturas ficará sob responsabilidade da Fenafap - Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol.

Por Micael Abbud

Postar um comentário

0 Comentários