Follow Us

Venda de Marrony ajuda Vasco a comprar equipamentos usados por europeus para prevenir lesões

Além de ter sido também fundamental para acertar pendência com o elenco cruzmaltino, o valor da venda de Marrony ao Atlético-MG (R$16,4 milhões) também permitiu ao clube modernizar a aparelhagem que previne lesões e melhora significativamente a qualidade de todos os treinos dos atletas. 

Foto: Carlos Gregório/ Vasco


novo equipamento é utilizado por grandes clubes da Europa, como os ingleses Liverpool, Manchester City e United. No Rio, o Flamengo já faz uso dessa ferramenta e o Botafogo a adotou cinco temporadas atrás.

Marcos Cézar, coordenador científico do clube, explica que o monitoramento em tempo real (proporcionado pelo novo equipamento) facilita muito os profissionais responsáveis pelo treinamento a optarem por diminuição ou também, aumento de carga em alguns jogadores. 

- É um instrumento que ajuda a comissão técnica a tomar decisões melhores, com dados objetivos sobre o desempenho dos atletas. Esses dados são obtidos através de uma análise profunda da variabilidade da frequência cardíaca. A plataforma transmite e armazena na nuvem os dados em tempo real, tornando o monitoramento e compartilhamento de informações entre todos os membros da comissão técnica mais rápido e eficaz - afirmou Marcos, em entrevista para o Globoesporte.com.

Marcos também destacou que esse sistema, além de impedir uma possível sobrecarga nos atletas, também diminui a incidência de lesões. 

- É capaz de monitorar em tempo real variáveis como a frequência cardíaca, o efeito do treino (TE), a TRIMP (impulso do treino), gasto energético, entre outras. Além de otimizar todo processo de periodização do treinamento, auxilia na prevenção do "overtraining" (perda de performance por excesso de treinamento) e de lesões.

Marcos Cézar citou em específico duas funções que auxiliam a prevenção de problemas físicos. 

- Outras funções que possui são o Teste de Recuperação Rápida, que avalia a recuperação dos atletas em apenas três minutos, fornecendo uma porcentagem de recuperação (0-100%), identificando quais jogadores estão prontos para um treino pesado e quais estão sobrecarregados e correndo risco de se lesionar. E a Análise de Estresse e Recuperação, que acompanha os níveis de estresse de um jogador e observa os índices de recuperação durante um período de 24 horas.

Dinheiro da venda do Marrony também contribuiu para a quitação de outro aparelho

Imagem: Rafael Ribeiro/ Vasco

O STATSports, um GPS que é colocado por cima do uniforme e ajuda a comissão técnica a acompanhar em tempo real as reações dos atletas em treinamento, também teve sua compra finalidade somente um ano e meio após adquirida. O clube utilizava este equipamento desde fevereiro de 2019. 
Chefe do departamento médico do Vasco, Marcos Teixeira, celebrou a compra dos equipamentos. Ele entende que o uso simultâneo dos equipamentos trará maior riqueza de detalhes para a comissão técnica, referente aos rendimentos dos jogadores durante as sessões de treinamentos 

- Concluímos neste mês a compra de dois equipamentos importantes: o GPS STATsports e o First Beat. Este GPS, o mesmo usado por seleção brasileira, Juventus, PSG, Manchester United e Liverpool, já vinha sendo utilizado desde o início de 2019. Agora, porém, teremos maior capacidade de monitorização. O First Beat é um recurso que nos dará informação "real-time" sobre a reação e preparo físico do atleta na dependência do treino empregado. Isso possibilita melhor controle sobre as demandas físicas e necessidades de complementações durante as sessões de treino programadas.

Por Marcella Teixeira

Postar um comentário

0 Comentários