Follow Us

Depois de 22 anos do gol monumental, Vasco tem Ramon Menezes como referência em treinamento de faltas

Juninho Pernambucano marcou a história do Vasco da Gama com o gol de falta contra o River Plate, em 1998. O gol, conhecido pela torcida como “monumental”, virou até canto nas arquibancadas de São Januário, e até hoje é lembrado como um dos gols mais importantes da história do Clube. Mas atualmente é outro ídolo que busca novos gols de falta do Cruzmaltino. O técnico Ramon Menezes, conhecido também por ter feito muitos gols de falta, já mostrou que almeja melhora deste fundamento no elenco do Gigante da Colina.


Antes de assumir o comando do Vasco da Gama, Ramon Menezes atuou no Clube como auxiliar técnico em 2019 com Alberto Valentim e em 2020 com Abel Braga. Desde então, é responsável por treinar as bolas paradas do Cruzmaltino. No ano em que assumiu a função, o Vasco ficou entre os times que mais marcaram gols de falta - seis gols marcados – e Ramon busca um crescimento deste número em 2020. 

Em sua apresentação como treinador, o ídolo da torcida vascaína mostrou confiança e garantiu que irá cobrar disciplina dos jogadores, pois, de acordo com ele, não basta somente ter talento, é necessário determinação nos treinamentos para aprimorar este fundamento.

- A cobrança de falta pode ser talento nato, mas também trabalho. Dá para evoluir se trabalhar muito. Às vezes o jogador que tem o talento nato não tem disciplina. E o que não tem trabalha mais, se esforça para conseguir ter. Em 2019 tivemos uma felicidade grande pois fizemos bastante gols assim, nosso objetivo é fazer ainda mais. – disse Ramon Menezes à Vasco TV. 

No elenco Cruzmaltino não faltam jogadores com talento para cobrar faltas. O último gol de falta marcado pelo Vasco foi do colombiano Fredy Guarín, contra o Grêmio, em outubro de 2019. Porém, o time conta com outros bons cobradores, como Fellipe Bastos, Yago Pikachu, Lucas Santos e Bruno César. O último citado, já falou sobre a importância de ter Ramon Menezes como mentor. 

- Sabemos da qualidade que o Ramon tinha para bater falta. Era um dos grandes cobradores da época em que atuava. Importante ter um cara desse para nos orientar e fazer o melhor pelo Vasco – ressaltou Bruno César, quando Ramon assumiu a função de auxiliar técnico do Clube. 

O Vasco ainda não marcou um gol de falta em 2020, mas com a sequência de treinamentos dados pelo técnico do Cruzmaltino, o time assegura ter uma melhora futuramente nesse sentido. Há 22 anos da cobrança histórica de Juninho Pernambucano, Ramon Menezes, que também estava naquela partida, é a esperança dos torcedores para escrever novos capítulos dessa história monumental.

Por: Micael Abbud

Postar um comentário

0 Comentários