Follow Us

Benítez promete mais ousadia em campo e fala sobre forma física

O mais recente contratado pelo Vasco da Gama, Martín Benítez, fez seus dois primeiros jogos como titular do Gigante nas duas últimas vitórias do Clube, e mostrou algumas de suas principais características, como a movimentação e os chutes de fora da área. Contudo, Benítez garante que pode e deve fazer mais ainda pela equipe, e conversou sobre suas qualidades e seu momento junto ao site Globo Esporte.


Benítez admitiu não estar em sua plenitude física, o que dificulta em suas atuações, mas também citou que o tempo disponível após o Carioca poderá servir como ajuda para melhorar seu rendimento pelo Clube.

- Agora com mais tempo que temos de trabalho e conforme eu for conhecendo meus companheiros, creio que nos próximos jogos vão ver um Martín Benítez mais solto, mais atrevido e encarador. Estarei tratando de dar assistências para os meus companheiros, de chegar ao gol e poder chutar de fora da área, que é o que mais me caracteriza. Então esse tempo que vamos ter agora vai ser muito importante para melhorar isso - afirmou.

Comentando sobre sua forma física, o argentino disse que precisa de mais tempo de trabalho para melhorar, uma vez que estava parado por muito tempo devido à pandemia.

- Não me sinto 100% fisicamente porque esta parada de três meses complicou a todos. Estivemos treinando em casa, mas não é o mesmo que treinar com os companheiros. Para estar 100%, o jogador de futebol necessita de um pouco mais. Creio que o tempo que vamos ter vai nos ajudar a ficar 100% - disse, para completar:

- Um jogador de alto nível precisa de tempo de trabalho para estar na melhor forma. É a primeira vez que paramos por tanto tempo. Creio que o tempo que vamos ter agora vai nos ajudar muito - completou.

O ex-jogador do Independiente-ARG garantiu sua movimentação e vontade em vestir a camisa do Gigante da Colina, sua primeira e única experiência fora da Argentina.

- Quando vem um técnico novo, a vontade e a expectativa do jogador se renovam. Quem não está jogando muito, começa a jogar. Quem não foi levado em conta pelo treinador anterior sabe que todos saem do zero, em condições iguais, e que em cada treinamento você tem de ir ganhando a posição. No físico, estivemos treinando todos juntos recentemente, é diferente do que treinar em casa. Acredito que, mais do que nada, um jogador de Primeira Divisão, de alta intensidade, precisa de um tempo a mais de adaptação. Mas a verdade é que neste mês que passou a equipe entendeu tudo o que o treinador queria. O professor trabalhou muito bem com todo a comissão técnica e departamento médico de Vasco. Então há muitas coisas positivas que se pode tirar desse processo de um mês.

O meia argentino ainda comentou sobre o estilo de jogo de Ramon, que mostrou um Vasco diferente na volta das atividades, mais organizado e ciente do que faz em campo. Benítez relembrou as atuações do Vasco conta o Macaé e Madureira para exemplificar o estilo do novo treinador.

- Gostei muito da ideia de Ramon, é um técnico que se dedica muito ao trabalho e ao dia a dia. O vejo como um técnico com muita fome, com uma ideia muito bonita que todos os jogadores gostam, que é sair jogando. De manter uma equipe organizada, com cada um em sua posição e de também ter o controle do jogo sempre. Mostramos isso nesses dois jogos. Creio que tivemos uma porcentagem de posse de bola relevante e nos defendemos com a bola, que é fundamental. Quanto mais tivermos a bola, o rival vai ter menos chances de fazer gol. É muito boa a ideia. Os jogadores gostam disso. Na hora de perder a bola, é pressionar e recuperar o mais rapidamente possível para seguir com o controle. É uma ideia muito bonita e, creio que com o tempo que teremos agora, vamos melhorar muito - concluiu.

Por: Kaio Machado

Postar um comentário

0 Comentários