Follow Us

Ferj fará reunião nesta segunda-feira para discutir a volta do Campeonato Carioca

Após liberação para a volta dos treinamentos - mediante o cumprimento do protocolo de prevenção da Covid-19 - a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) realizará nesta segunda-feira (15), uma reunião para estudar a data ideal para o retorno do Campeonato Carioca.

No último sábado (13), representantes de alguns dos clubes da Série A do Campeonato Carioca participaram de uma reunião virtual com a FERJ para iniciar o debate sobre a volta do futebol no Rio de Janeiro. Este encontro antecipa o arbitral que será realizado nesta segunda-feira, onde a previsão é que seja feito um acordo sobre a data para retorno do Carioca.


Entretanto, a Federação ainda necessita da liberação da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. O superintendente de vigilância sanitária, Flavio Graça, anunciou que fará uma reunião na próxima quarta-feira (17), para decidir se há condições para a volta das partidas.

- A gente pode confirmar que os indicadores estão hoje favoráveis, mas só a avaliação do próximo ao dia 17 nos dará esta certeza. Devemos lembrar que, com tudo correndo dentro da normalidade, dentro de um padrão favorável abriremos as competições inicialmente para os jogos com portões fechados, com limitações para equipes de apoio, imprensa entrando com efetivo menor - informou Flavio Graça.

Posicionamento do Vasco

O Presidente do Vasco da Gama, Alexandro Campello, foi um dos primeiros que se mostrou a favor da volta aos treinamentos, e seu posicionamento sobre a volta dos jogos não é diferente.

Em entrevista à ESPN, Campello disse não vê problemas no retorno das partidas.

- Nós elaboramos, a partir de um movimento dentro da Federação Carioca de Futebol e com a participação de 30 profissionais da área da saúde, um protocolo para a volta das partidas. E a gente entende que esse protocolo é bastante seguro. Eu não vejo nenhum problema em relação à volta. Entendo o problema da pandemia, mas, por outro lado, não vejo no que a volta à atividade do futebol, sem público, possa interferir no curso dessa pandemia – disse o presidente do Cruzmaltino.

Entretanto, o zagueiro do Vasco da Gama, Leandro Castán, disse em uma live realizada na Vasco TV, no dia 3 de junho, que necessitaria de, no mínimo mais três semanas para voltar a jogar.

- Eu como atleta olho pelo lado da condição física e acho que precisamos de pelo menos de mais 3 semanas para voltar a jogar. – disse o capitão vascaíno.

É importante lembrar que, entre os quatro clubes grandes do Rio de Janeiro, somente o Vasco da Gama e o Flamengo já voltaram aos treinamentos. Os presidentes de Fluminense e Botafogo discordam da possibilidade de voltar ao campo.

Por: Micael Abbud

Postar um comentário

0 Comentários