Follow Us

Ranking: Vasco tem a 4ª maior dívida entre os clubes do Brasil

No fim do mês de abril, os clubes brasileiros são obrigados a lançarem um balanço financeiro do ano anterior e, com isso, é possível ver o desempenho financeiro dos times: as receitas, as despesas e também, suas dívidas. Após ano desastroso, com déficit de R$ 394 milhões, o Cruzeiro passou todos os outros clubes e se tornou a maior dívida do Brasil. É importante ressaltar que o Corinthians não inclui em sua dívida o valor a ser pago pelo seu estádio, construído para a Copa do Mundo de 2014. Caso contrário, seria ele o líder deste ranking negativo. O Vasco está na quarta posição.

Segundo levantamento do Itaú BBA, publicado pelo jornalista Jorge Nicola, o ranking dos clubes brasileiros fica assim:

RANKING DAS DÍVIDAS EM 2019 (E DE 2018):

1º Cruzeiro: R$ 763 milhões (R$ 469 milhões) + 294mi
2º Botafogo: R$ 734 milhões (R$ 672 milhões) + 62mi
3º Corinthians: R$ 668 milhões (R$ 469 milhões) +199mi
4º Vasco: R$ 566 milhões (R$ 496 milhões) +70mi
5º Palmeiras: R$ 516 milhões (R$ 420 milhões) +96mi
6º São Paulo: R$ 482 milhões (R$ 312 milhões) +170mi
7º Flamengo: R$ 452 milhões (R$ 418 milhões) +34mi
8º Athletico: R$ 449 milhões (R$ 478 milhões) -29mi
9º Inter: R$ 440 milhões (R$ 342 milhões) +98mi
10º Fluminense: R$ 428 milhões (R$ 420 milhões) +8mi
11º Santos: R$ 357 milhões (R$ 321 milhões) +36mi
12º Grêmio: R$ 250 milhões (R$ 253 milhões) -3mi
13º Bahia: R$ 209 milhões (R$ 196mi) +13mi
14º Sport: R$ 183 milhões (R$ 205 milhões) -22mi
15º Fortaleza: R$ 25 milhões (R$ 25 milhões) 0
16º Atlético-GO: R$ 23 milhões (R$ 25 milhões) -2mi
17º Goiás: R$ 18 milhões (R$ 16 milhões) +2mi
18º Ceará: R$ 14 milhões (R$ 13 milhões) +1mi
19º Red Bull Bragantino: R$ 0 (R$ 18 milhões) -18mi 

Vale ressaltar que Atlético-MG e Coritiba ainda não publicaram seus balanços do ano de 2019. 

Os casos de Vasco e Botafogo são decorrência de anos de más administrações e não de dívidas recentes, porém são dívidas que crescem muito por conta de juros de dívidas antigas e receitas pequenas comparadas às dívidas, o que dificulta o pagamento e também a saúde financeira desses clubes. 

Já Corinthians e Cruzeiro, são dívidas recentes, criadas a partir de uma ideia de que montando times competitivos, estes se pagam em vendas de ingressos e camisas, assim como premiações por títulos, um caminho que se prova perigoso. 

O Cruzeiro, mesmo bicampeão da Copa do Brasil e chegando em fases avançadas da Copa Libertadores em anos seguidos, acumula déficits ano após ano, mas nada que se compare ao ano passado. 

Já o Corinthians teve o último grande título no Brasileiro de 2017 e ganhou recentemente campeonatos estaduais, porém, com altos investimentos em contratação de jogadores e com plantel com mais de 40 jogadores sob contrato, o clube coleciona aumentos na dívida do clube na casa dos mais de R$ 100 milhões por ano nos últimos anos. O clube caminha para se tornar não solucionável, assim como o clube mineiro está hoje.



Por: Rick de Castro

Postar um comentário

0 Comentários