Follow Us

Indefinições sobre o calendário e crise financeira afetam o PPV e receitas do Vasco

A interrupção das competições em decorrência da pandemia de Covid-19 tem afetado os clubes também em relação à arrecadação. Alguns patrocínios foram perdidos, como o caso do Azeite Royal no Vasco e outros clubes patrocinados, mas também pode afetar recursos vindos de PPV e assinaturas da DAZN.

Todo ano o número de assinaturas cai após o fim do Campeonato Brasileiro e cresce de volta quando
este se inicia e a queda foi provavelmente maior em 2020, já que Flamengo não tinha jogos transmitidos do estadual nem nesta modalidade. Além disso, o cenário atual de total incerteza do retorno das atividades agrava esta situação, em que não se sabe quando os jogos acontecerão e o assinante paga para não ter o serviço prestado.

Além disto, muitas pessoas perderam seus empregos e negócios fecharam por conta da quarentena, o que também impede que esses torcedores paguem por algo supérfluo.

Como a remuneração do contrato de televisão depende também do número de assinantes que declaram o seu clube de coração, o Vasco, clube com maioria de torcida nas camadas sociais de renda mais baixa, pode ser bastante afetado num momento de crise financeira global.

Por: Rick de Castro



Postar um comentário

0 Comentários