Follow Us

''Podem achar que eu estou louco'', afirma Antônio Lopes, ao comparar o momento do título Brasileiro de 97 com o atual

O novo coordenador-técnico do Vasco da Gama, Antônio Lopes, publicou em sua conta no Instagram uma mensagem para a torcida vascaína comparando o momento atual com o de 1997, quando o Cruzmaltino sagrou-se campeão Brasileiro naquela oportunidade.

''Vascaínos, Graças a Deus conquistamos vários títulos dentro do Clube. Dizem que sou o treinador mais vitorioso da história do Vasco e isso me enche de orgulho. Mas o que interessa é daqui pra frente. 

É muito satisfatório começar esse trabalho em que estou me sentindo um principiante, muito empolgado, feliz, honrado e agradecido ao presidente Alexandre Campello e ao vice presidente José Luiz Moreira pelo convite.

Galera Vascaína, pode ter certeza que vou dar o meu máximo, 24 horas por dia pensando no clube e vamos elevar novamente o nome do Vasco. Este momento do clube é muito parecido com o de 1996 quando cheguei no mês de Outubro. Se não me engano, faltavam seis rodadas para acabar o Brasileiro. Para quem não sabe, o Vasco estava quebrado de dinheiro naquela época. Havia risco de rebaixamento naquele ano e começamos a construir o ciclo mais vitorioso da história do clube. 

Podem achar que eu estou louco, mas também acharam quando dei uma entrevista no início de 1997 afirmando que o Vasco seria um dos melhores times do Brasil dentro em breve. Podem pesquisar e hoje em dia é fácil fazer isso, e acharão. Fui muito criticado e até ridicularizado por dar essa entrevista e no fim do ano fomos campeões brasileiros.

Conheço a política do clube e sei que ano de eleição é complicado. Mas estou aqui para trabalhar pelo Vasco. O verdadeiro vascaíno quer que o Vasco vença SEMPRE. Ajude o clube em todos os momentos e se quiser se manifestar politicamente terá todo o direito quando chegar a eleição, através do voto. Mas até lá, AJUDE O CLUBE.

Vamos arregaçar as mangas e começar a trabalhar, todos nós JUNTOS! Saudações vascaínas!''




Postar um comentário

0 Comentários