Follow Us

ABC contesta prejuízo da renda de jogo contra o Vasco pela Copa do Brasil

Por: Rick de Castro

Na última quinta-feira, dia 5 de março, Vasco e ABC se enfrentaram pela Copa do Brasil em partida que terminou com o Vasco classificado em uma vitória por 1 a 0. Com cerca de 31.800 torcedores presentes, a partida gerou uma renda de R$ 1.117.032,00 e uma despesa de R$ 1.260.232,49. Porém, o clube potiguar contesta esse último valor.

Parte do valor referente ao prejuízo se deve aos altos custos de operação do estádio, cerca de R$ 434 mil, e também de aluguel, no valor de R$ 90 mil, mas também está incluído aí “despesas sócio torcedor”, no valor de R$ 253.518. Este valor é referente aos ingressos dos sócios torcedores da categoria de desconto de 100% no ingresso e, para não divulgar um valor que não entrou realmente nos cofres do clube, eles são contabilizados na renda da partida e também nas despesas. Sem esse custo nas despesas, a renda teria dado um lucro de mais de R$ 100 mil, porém seria algo mentiroso.

A contestação por parte do ABC se deve ao fato do clube eliminado ter direito a 40% da renda, de acordo com o regulamento da Copa do Brasil, o que o presidente do clube, Fernando Suassuna, contava. Em entrevista à Tribuna do Norte, o dirigente afirmou que esperava retornar para Natal com cerca de R$ 170 mil reais do valor da renda.

Desta forma, a CBF vai abrir sindicância para analisar o borderô da partida e, dirigentes do ABC já afirmaram que o gestor financeiro da confederação afirmou haver erros no borderô da partida. O Vasco poderia ser até mesmo penalizado, caso sejam comprovados os erros na elaboração do borderô. O presidente Suassuna também afirmou que buscaria solucionar o caso através da Justiça comum, se a CBF não apresentasse uma solução considerada boa para o clube potiguar.



Postar um comentário

0 Comentários