Follow Us

Vasco usa receita futura do Sócio Torcedor como garantia de pagamento em acordo com Romário

Fonte: Globo Esporte (matéria completa)

Dono da maior mobilização feita por uma torcida em termos associativos, o Vasco já faz planos e tem destino certo para o dinheiro que espera receber na próxima onda de associação em massa. Vascaínos que contribuírem com o clube estarão pagando por ídolos. 

Romário Vasco

Mas não necessariamente do presente. Estarão colaborando para pagar, entre outras dívidas, a que o clube tem com Romário. A verba do sócio torcedor futuro foi dada como garantia de pagamento do acordo que o Vasco fez com o ex-centroavante em dezembro.

O blog teve acesso aos termos do contrato e, nele, consta que Romário aceitou fazer uma redução no valor total da dívida, caindo de pouco mais de R$ 15 milhões para cerca de R$ 12 milhões. Em dezembro, no ato da assinatura, o ex-jogador recebeu R$ 1,8 milhão à vista e concordou em receber o restante parcelado em cerca de 40 vezes (parcelas entre R$ 250 e R$ 300 mil). Com verbas bloqueadas neste início de ano, o clube pediu ao ex-atacante que lhe desse uma carência de alguns meses para o início do pagamento parcelado. Romário aceitou, mas pediu que lhe fossem apresentadas garantias de pagamento.

Foi aí que o Vasco, então, colocou como garantia a verba do sócio torcedor, a partir de junho, pois é nesta data que, possivelmente, os sócios que se associaram em novembro começarão a pagar pelos próximos seis meses.

Postar um comentário

0 Comentários