Follow Us

Em reunião no CT, jogadores cobram direção por atraso no pagamento

A sexta de Carnaval no Vasco foi de treino fechado para a imprensa e cobranças à diretoria, no CT do Almirante.

Por: Lucas Rodrigues

Numa reunião após o treino, os jogadores fizeram cobranças sobre os salários atrasados ao diretor de futebol, André Mazzuco. Atualmente o Vasco deve aos jogadores os meses de dezembro e janeiro, a segunda parcela do 13º, férias e cinco meses de direitos de imagem. Já para os funcionários, o clube deve dezembro (para quem recebe acima de R$ 1,8 mil), janeiro, 13º e férias (CLT). 

Alguns dos atletas não receberam a parte do 13º salário que estava em aberto, o  que gerou reclamações.

O primeiro sinal da insatisfação dos jogadores se deu no desembarque da delegação cruzmaltina após a classificação na Bolívia, onde nenhum dos jogadores que estavam previstos para falar deu entrevistas. 

Em entrevista á coluna 'Jogo Extra' o diretor André Mazzuco deu razão aos jogadores e reforçou a luta da diretoria para regularizar os débitos.

- Houve um papo com todos, inclusive com o Abel junto. Sempre estamos conversando. E eles (jogadores) estão completamente no direito. O clube não está medindo esforços para solucionar problemas. Nós temos é que enaltecer a postura dos atletas, que estão se doando ao máximo sempre, mesmo com essa situação incômoda.

A ideia da diretoria era regularizar parte dos atrasados com a liberação de uma verba de patrocínio vinda da Caixa, mas os planos foram frustrados pela decisão da justiça, que derrubou a ordem de pagamento em primeira instância.

Apesar dos atrasos, os atletas tem mantido o comprometimento, algo que vem desde a temporada anterior.




Postar um comentário

0 Comentários